NOSTÁLGICO

Hoje estou meio nostálgico.
Possuindo por um certo romantismo.
Não o romantismo dos enamorados, mas o romantismo daqueles que desejam dias melhores.
Daqueles que acreditam que será possível viver dias iguais aqueles que vivemos na infância ou em qualquer outro tempo perdido.
Um romantismo cheio de esperança e de receio, pois os tempos são outros e o futuro que vivo hj é diferente do que projetei qdo criança.
De qq forma, é um sentimento que me traz felicidade, pois me tornei adulto e superei vários dos medos que guardava na infancia.
(Os medos de agora são medos de gente grande e, que, por si só, n tem nada de românticos).
Tava lembrando da música ‘Como nossos pais’, do Belchior e percebendo o qto de verdade há naquelas palavras.
Hj n tenho mais a pretenção de mudar o mundo como tinha a algum tempo atraz.
A pretenção que tenho é a de mudar a mim mesmo qdo perceber q é preciso.
Qdo tomar consciência de que cometi um erro ou qdo precisar me adaptar a uma nova situação.
O que torna nosso viver interessante é o fato de podermos refletir sobre os acontecimentos do passado e,
a partir deles, projetar um futuro.
… Se para vc o presente texto parece interromper-se sem uma conclusão apropriada, tenha paciência, a vida é assim mesmo.
Quem sabe amanhã vc possa encontrar uma outra parte dessa reflexão em um lugar qq e juntá-las. Ou possa vc mesmo inventar uma conclusão.
Dessa forma começará a entender o que estou tentando exprimir.

Categorias:poesia

2 respostas

Feedback, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s