The Banished Heart – Oceans of Slumber

“Aqui, você encontrará somente angústia e desespero!”

Oceans of Slumber02Imersos num universo caótico no qual realidade e imaginação parecem se misturar, Oceans of Slumber se apresenta para o mundo. Oriunda da Texas (USA), a banda formada por Cammie Gilbert (vocals), Anthony Contreras (guitarra, backing vocals), Sean Gary (guitarra, vocals), Keegan Kelly (baixo, backing vocals) e Dobber Beverly (bateria, piano/synths, guitarra) se define em sua sonoridade como Progressive Metal. Mas, o som criado pela banda vai além da mera classificação.
Oceans of Slumber03Após alguns anos e três discos, Aetherial (2013), Blue (2015), Winter (2016), amadurecendo a sua música, a Oceans of Slumber chegou a um ponto em que finalmente conseguiu canalizar plenamente o que a vida lhes ensinou em todos estes anos como profissionais. E é isto que se ouve em ‘The Banished Heart’. Um álbum que se traduz como um mapa que se lhes apresenta como um longo caminho percorrido ou a percorrer.

Oceans of Slumber01Para este que vos escreve, “The Banished Heart” (2018) é como a música heavy metal deve ser. Uma cacofonia de sons e estilos que parecem se fundir em uma viagem que mistura de um lado, euforia e inconformismo, e de outro, beleza e angústia. Tudo encaixado num instrumental poderoso e elaborado com o intuito de arrancar do ouvinte os sentimentos mais diversos. Todas as músicas me pareceram igualmente fortes, mas alguns destaques tão o tom do disco como é o caso das faixas ‘The Banished Heart’,A Path to Broken Stars‘, ‘No Color, No Light‘ e de Wayfaring Stranger (música popular do século XIX). Todavia, nem tudo são flores: creio que para a maioria dos ouvintes, seja necessário mais de uma audição para adentrar e compreender a obra que, ao que parece, foi produzida pela própria banda. Oceans of Slumber06O disco tem 11 faixas que somam 1:05 de duração, fato que normalmente me levaria a pensar no tempo que despenderia para ouvi-lo em sua totalidade. No entanto, neste caso, a audição do álbum não só não foi sacrifício como ainda se mostrou prazerosa na maioria dos momentos. Por fim, ouça e tira suas conclusões.

Tracklist:
01-The Decay of Disregard
02-Fleeting Vigilance
03-At Dawn
04-The Banished Heart
05-The Watcher
06-Etiolation
07-A Path to Broken Stars
08-Howl of the Rougarou
09-Her in the Distance
10-No Color, No Light
11-Wayfaring Stranger

Nota: 10.


Referências:

2 respostas

Feedback, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s