Glorification of a Myth – Ouroborus

ouro02Ouroboros é uma banda de technical death metal oriunda de Sydney, Austrália que foi formada em 2001, originalmente sob o nome “Dred”. Em 2007, lançou um EP intitulado “A Path To Extinction“. Este lançamento foi seguido por dois vídeo-clipes. Em 2009, eles mudaram seu nome Ouroboros com o qual lançaram o álbum de estreia cujo título é “Glorification of a Myth”. Atualmente está trabalhando na divulgação do seu segundo álbum, “Emanations”.

ouro01Em todos esses anos escrevendo sobre bandas dos mais variados estilos, nunca me deparei com algo no nível de Glorification of a Myth. Pelo menos se o considerarmos na perspectiva do estilo (radical por natureza), creio que podemos falar desse trabalho como algo totalmente surpreendente. A produção é impecável, as composições são inspiradíssimas, e o virtuosismo dos músicos é sobrenatural. Ao que parece, existiu um cuidado especial com a arquitetura das composições, de modo que pudessem transmitir ao ouvinte, os sentimentos mais variados. Não achei uma música que pudesse chamar de ruim. Mas ainda assim, há destaques: em Black Hole Generator, assim como na maioria das músicas, os riffs são executados à velocidade da luz e solos são belíssimos; em Animal, Man… Machine, no refrão há uma mudança de ritmo que funciona muito bem, ficando ainda mais interessante com o solo de guitarra sendo realizado nesta mesma parte; E, em Absent From Entity, que começa como uma avalanche de pedras caindo sobre nossas cabeças e depois adquire outros contornos com mudanças de andamentos muito bem pensadas.  E antes que o leitor, fale em “babação de ovo” da parte deste que vos escreve, peço que ouça o disco, e o faça com atenção, pois – creio – poderá compreender facilmente que o que aqui digo, não é, em nada exagerado. Os interessados, inclusive, poderão descarregar o álbum completo logo mais abaixo.

ouro05Para concluir, a formação que gravou o disco foi composta de Michael Conti (baixo e backing vocals), David Horgan (bateria), Chris Jones/Mikhail Okrugin (guitarras) e Evgeny Linnik (vocal). O álbum foi feito de forma completamente independente, havendo sido produzida/mixada por Daniel Leffler e masterizada por Ryan Smith. A capa ficou a cargo de Colin Marks.

Tracklist:
01-Black Hole Generator (6:18)
02-Lashing of the Flames (5:22)
03-Animal, Man… Machine (4:56)
04-Sanctuary (4:28)
05-Sea to Summit (5:43)
06-Disembodied Mind (5:30)
07-Dissolve (4:40)
09-Panacea (4:34)
09-Edifice of Tyranny (7:45)
10-Absent From Entity (5:02)

[DOWNLOAD ALBUM]


Referências:

2 respostas

Feedback, por favor!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s