Arquivos do Autor

Ricardo Cunha

Descubra-me pelos meus interesses:

1) https://coeficiente.me (profissão);
2) https://labiata.net (jardinagem);
3) https://esteriltipo.com (música).

ARSIS – Fathoms

Fathoms é o primeiro single do sexto álbum da banda de Technical Melodic Death Metal, ARSIS. Visitant, é o título do disco que acaba de ser lançado mundialmente pela Nuclear Blast Records. A banda oriunda de Virginia/EUA, é formada por James Malone (guitarra/vocal), Brandon Ellis (guitarra), Noah Martin (baixo) e Shawn Priest (bateria).

Hobo Magic – Sonic Sword

Vindo da Sunshine Coast/Austrália, a Hobo Magic conseguiu criar uma marca de rock’n’Roll inspirado na velha escola adicionando boas doses de vários estilos como groovy e heavy. O trio tem uma pegada vigorosa e segue os passos dos mestres do rock que, antes deles fizeram obras maravilhosas no sentido de tirar o ouvinte do lugar comum.

Mother Feather – Constellation Baby

Após o lançamento de uma série de EPs e tendo realizado muitos shows pela América do Norte, a banda formada em 2009 na cidade de NY/EUA teve sua estréia com o disco homônimo de 2016. Agora, a Mother Feather, atualemente formada por por Ann Courtney (vocalista), Elizabeth Carena (tecladista e vocalista), Chris Foley (guitarrista) e Gunnar Olsen (baterista), retorna com um trabalho que vem para reafirmar sua postura como uma das mais bandas mais controversas, rebeldes e cativantes do momento.

Músico brasileiro: como é percebido pelo cenário internacional?

A pauta de hoje foi retirada do vídeo a seguir, – no qual os músicos brasileiros que acompanharam Warrel Dane, no processo de construção do álbum Shadow Work, que acabou por ter seu significado aumentado em virtude do falecimento do vocalista durante os trabalhos de estúdio, falam do processo de composição, gravação e de suas contribuições para a realização da obra, – e propõe uma reflexão quanto ao “reconhecimento do músico brasileiro no cenário internacional”.