blues

My Way Home – Cláudio Oliveira

“Uma compilação de pequenas pérolas” Cláudio Oliveira já pode ser considerado “de casa” aqui no Estéril Tipo. Sobre ele, escrevemos um breve texto há pouco menos de um ano. Texto ESTE, pouco representativo dos primeiros 25 anos carreira decorridos. Dessa… Leia mais ›

Rhiannon Giddens – Freedom Highway

“Música negra genuína!” Cantora e multi-instrumentista, Rhiannon Giddens é mais conhecida como vocalista da banda afro-americana Carolina Chocolate Drops, cujo álbum de 2010, Genuine Negro Jig, rendeu um Grammy de Melhor Álbum Folclórico Tradicional. Criada em Piemonte, na Carolina do… Leia mais ›

Robert Finley: Goin ‘Platinum

Robert Finley nasceu no estado da Louisiana/USA. Toca blues e soul tradicionais, com notório gosto pela música gospel. “Eu desenvolvi um gosto precoce pela música quando comprei um violão de segunda mão numa loja de instrumentos aos 11 anos”. Isso… Leia mais ›

Kelly Richey: sem medo da estrada

Kelly Richey é uma das artistas independentes mais ativas do mercado musical americano atual. Quando se trata de turnês, esta rockeira do blues estabelecida em Cincinnati poderia reivindicar para si, se bem quisesse, o título “Rainha da Estrada”. A veterana… Leia mais ›

The Dirty Mojo Blues Band: temperado com Rock

Oriunda da Pensilvânia/EUA, a Dirty Mojo Blues Band, banda formada por Shawn “Dirty” Strickland (vocal/gaita), Gary “Daddy Mojo” Strickland (guitarra/vocal), AL Meck (guitarra), Tim Reinhard (baixo) e Mark Peterson (bateria) faz um “bluezão” temperado com boas doses de rock. As composições são ancoradas na gaita harmônica e… Leia mais ›

Neivaldo Araújo: Muddy Waters

McKinley Morganfield ou Muddy Waters, nascido em 4 de abril de 1913 no Condado de Issaquena, Mississippi, é considerado por muitos o pai do Chicago blues. O nome artístico (em português, Águas Lamacentas) foi-lhe dado devido ao costume de, quando criança,… Leia mais ›

Gregg Allman – Falecimento

Blues em dose dupla no domingo para homenagear Gregg Allman em virtude de seu falecimento neste sábado, 27/05/17. Não falaremos de sua obra, nem das possíveis causa de sua morte. Apenas ouviremos sua música. Ricardo Cunha

CHILLS & FEVER – Samantha Fish

“Samantha nunca se limitou por qualquer expectativa. Crescendo em Kansas City, ela trocou a bateria pela guitarra quando tinha apenas 15 anos de idade. Passou a maior parte do seu tempo em pequenos pubs ouvindo bandas de blues. Samantha chamou a atenção de Ruf… Leia mais ›

Sweet tea – Buddy Guy

Após uma pausa de dois anos sem gravar, Buddy retorna com Sweet Tea (2001), um disco que fugiu completamente ao padrão de sua enorme discografia. Lançado pela Silvertone Records, no Mississippi, esta é uma tentativa ousada de criar um disco “mais puro” de blues… Leia mais ›

Whorehouse Blues – Motörhead

“Quando surge uma tentação eu cedo imediatamente” Subversão, contestação e desprezo pelas regras foram as principais fontes de inspiração para o Motorhead. Banda cuja trajetória persistiu por 4 décadas e que certamente teria ido além se Lemmy não houvesse falecido em 2015. Com Whorehouse… Leia mais ›

Chuck Berry – Blues

Se é verdade que, “O Blues teve um filho, e ele se chama Rock N’ Roll”¹, então nenhum domingo será mais blues do que este (19/03/17). Ontem faleceu aquele que, por décadas, deu um brilho especial ao Rock’n’Roll. Nascido em 18/10/26 em… Leia mais ›

Gabriel Yang – Dry

“Músico independente, compositor, produtor e também membro fundador da banda de rock Jardim de Ferro. Utilizando-se de recursos minimalistas e seguindo o conceito DIY (do inglês faça você mesmo), o artista mescla suas guitarras distorcidas e seus instrumentos personalizados a… Leia mais ›

Domingo Blues: Gary Moore

“A vida de quem cresceu no meio das bombas do Exército Republicano Irlandês (IRA) já por si não se adivinha ter sido fácil… depois as lutas religiosas do pós-guerra. Todos estes acontecimentos tiveram influência no som que a sua guitarra… Leia mais ›

Charles Brown – Black Night

Quantos artistas de blues permaneceram no topo absoluto de seu estilo depois de mais de meio século de atuação? Um nome salta imediatamente à mente: Charles Brown. Suas habilidades incríveis de piano e entrega vocal descontraído e apaixonado permanecem tão hipnotizantes… Leia mais ›

The Blues Overdrive – Aurora

“Clinch” é o [novo] álbum da banda dinamarquesa The Blues Overdrive, com a presença do lendário guitarrista Duke Robillard. Ele [o disco] tem dez canções originais com um som que mistura elementos de blues de Chicago e Delta Blues clássico. [A… Leia mais ›

Jeff Beck Group – Blues Deluxe

Disco lançado em 1968, que contou com ninguém menos que Rod Stewart (nome que dispensa apresentações) no vocal; Ronnie Wood (que se tornou famoso com os Rolling Stones) no baixo;  Nicky Hopkins (que gravou grandes discos com The Who, The Beatles, The Rolling Stones…) no… Leia mais ›

Joanne Shaw Taylor

Joanne Shaw Taylor é uma guitarrista e cantora britânica de blues/rock que foi descoberta por Dave Stewart, da Eurythmics, aos 16 anos de idade. A publicação musical britânica ‘Blues Matters!’ aclama Taylor como “a cara do blues”. Referências: Wikipedia

Eva Cassidy # Wade in the Water

Das gratas surpresas que as buscas pela internet podem trazer. …Enquanto pesquisava sobre o blues do delta do Rio Mississipi, descambei para as versões de clássicos que poderiam ter-se perdido no tempo, – pois a autoria de muitas das canções produzidas… Leia mais ›